A IMPORTÂNCIA DA PRESENÇA DO ASB E DO TSB NA PRÁTICA CLÍNICA

Sara-14

1. Qual é a importância da presença de ASB e TSB no consultório?

É de fundamental importância. Muitos CDs parecem desconhecer a relação custo/benefício de trabalhar conjuntamente com um profissional auxiliar. É preciso delegar tarefas ao ASB e ao TSB, fazendo com que atividades clínicas e administrativas sejam desenvolvidas de forma mais eficaz e com maior e melhor aproveitamento do tempo. O desconhecimento sobre os limites da atuação dos auxiliares e dos benefícios que estes podem oferecer faz com que os CDs percam tempo, efetuando manobras que não requerem o nível de conhecimento que adquiriram durante a sua formação profissional. Os cirurgiões- -dentistas que trabalham com auxiliares apresentam uma produtividade média 112% superior à dos que trabalham sozinhos (ORENHA, et al.,1998). O ASB e o TSB são profissionais que devem deter o conhecimento geral de todas as áreas da odontologia para que o tratamento oferecido seja de eficiência e de qualidade, especialmente no que tange à preven- ção da saúde bucal e à saúde geral do paciente. A presença do ASB e TSB no atendimento odontológico potencializa a qualidade, a confiabilidade e a seguran- ça do serviço prestado.

2. Qual regulamentação é exigida para que o consultório possa ter um ASB? E um TSB?

No Brasil, a profissão auxiliar se expandiu na década de 1970 e teve marco importante depois de sua regulamentação pela Consolidação das Normas para Procedimentos nos Conselhos de Odontologia. Foi somente em 24 de dezembro de 2008 que entrou em vigor a lei federal 11.889, que regulamenta o exercício das profissões de Técnico em Saúde Bucal (TSB) e de Auxiliar de Saúde Bucal (ASB), que equivalem às antigas denominações de Técnico de Higiene Dental (THD) e Auxiliar de Consultó- rio Dentário (ACD), respectivamente. Edição 22 | Abril de 2016 De acordo com a Resolução CFO-86/2009, de 13 de mar- ço de 2009, não é mais possível efetuar a inscrição de ASB no CRO somente com a declaração de aptidão fornecida e assinada, ‘cartinha do dentista’, como ocorria anteriormente à regulamentação da profissão. Infelizmente, grande parte dos CDs ainda trabalha com profissionais sem essa capacitação e, portanto, de forma ilegal. O TSB necessita de curso técnico de, no mínimo, 1.200 horas, realizado em escola técnica registrada na secretaria da educação (MEC) e CFO. De acordo com a Consolidação das Normas para Procedimentos nos Conselhos de Odontologia, os TSBs e ASBs deverão trabalhar sempre sob supervisão, com presença física do cirurgião-dentista.

3. Que tipos de procedimentos são regulamentados para a ação de um ASB e de um TSB?

O ASB e o TSB são profissionais que atuam como ‘Braço direito do CD’ e podem auxiliar em todos os procedimentos clínicos e administrativos. Daí a importância da formação profissional e de sua constante atualização. Alguns procedimentos são vetados ao ASB, segundo o CFO, como: moldagem do paciente, tomada radiográfica, remoção de suturas, inserção de material restaurador em cavidade e outros. A orientação de escovação e suas técnicas é um procedimento de extrema importância e faz parte da atuação regulamentadora do ASB, devendo ser incentivada em todos os serviços odontológicos. Devido à sua formação, o TSB tem mais autonomia. Ele pode realizar todos os procedimentos reversíveis junto ao paciente como: moldagem, remoção de cálculo supragengival, profilaxia, aplicação tópica de flúor, bem como a elaboração de projetos preventivos a serem implementados no serviço odontológico e executados por ele e pelo ASB. No Brasil, a atuação do TSB ainda é mais expressiva no âmbito público. Já nas clínicas privadas temos muito a evoluir neste sentido. Importante: todos os procedimentos do TSB, autorizados pelo CFO, devem ser sempre executados sob a supervisão do cirurgião-dentista (presença física). É necessário um conhecimento específico e normatizado por parte dos auxiliares e técnicos para que eles possam desenvolver as suas atividades de forma segura e lícita. Todos os envolvidos na atividade odontoló- gica, cirurgiões-dentistas, técnicos e auxiliares, precisam conhecer os dispositivos éticos e legais que permeiam o exercício profissional.

4. Quais cuidados devem ser tomados na rotina clínica com relação ao ASB/TSB e ao paciente?

O ASB e TSB devem ter conhecimento técnico suficiente para preparar a estrutura necessária da clínica, dando condições de atendimento de qualidade e segurança ao paciente. Sabemos que os Protocolos de Controle de Infecção Cruzada e de Esterilização estão em constante atualização, assim, a equipe auxiliar tem a obrigação ética e profissional de proteger o paciente. É atribuição do ASB e TSB realizar o reprocessamento de artigos críticos e semicríticos com os devidos controle e segurança desses processos. É importante que a equipe auxiliar cuide dos aspectos preventivos de transmissão de doenças entre pacientes e equipe e de paciente para paciente através de protocolos de desinfecção, troca de barreiras e cuidados com a contaminação de aerossóis. O arquivamento e a organiza- ção dos documentos e prontuários de pacientes também são importantes atribuições da equipe auxiliar.

5. Por que é importante que o ASB e o TSB façam cursos de capacitação e estejam em constante atualização?

É de fundamental importância a atualização técnico- -científica do ASB e TSB. A odontologia passa por constantes modificações e para que a equipe auxiliar consiga acompanhar o cirurgião-dentista, necessita de educação continuada e atualização permanente em vários temas, sobretudo em relação a prevenção, segurança do paciente e segurança do profissional. Um exemplo atual é a odontologia hospitalar. Atualmente, a importância do CD em ambiente hospitalar é indiscutível e confere menor taxa de mortalidade e morbidade, além da prevenção de infecções generalizadas por meio do controle de biofilme na cavidade bucal. Nesse contexto, o TSB também está inserido. Para tanto deve haver uma capacitação específica. Cursos de especializa- ção para o TSB em odontologia hospitalar em algumas escolas técnicas já são uma realidade atual no Brasil.

http://www.colgateprofissional.com.br/noticias/Assunto-em-Pauta-A-importancia-da-presenca-do-ASB--Auxiliar-de-Saude-Bucal-e-do-TSB--Tecnico-de/detalhes?utm_source=Newsletter&utm_medium=news_BR&utm_campaign=PRO_BR_1605&utm_content=BOX01&cid=cpemktPRO_BR_1605_BOX01

porque colocar a criança no ballet infantil meninas 2

Conheça a Dra Lusiane Borges:
Profa. Lusiane Borges: Biomédica – UNISA / UNIFESP – EPM; Cirurgiã-dentista – UMESP; Especialista em Microbiologia – Fac. Oswaldo Cruz; Especialista em Controle de Infecção em Saúde – UNIFESP; Pós-Graduanda em Prevenção e Controle de Infecção em Saúde – UNIFESP; Representante da OSAP (Organization for Safety, Asepsis and Prevention); Assessora Científica da FOLA (Federação Odontológica latino Americana).

Curta e acompanhe nossas páginas no Facebook:
www.facebook.com/dralusianeborges
www.facebook.com/biologicaconsultoriaemsaude
www.facebook.com/CIATESB-Congresso-para-ASB-e-TSB-183920175004245/?ref=bookmarks

 

Curta e acompanhe nossas páginas no Facebook:
www.facebook.com/dralusianeborges
www.facebook.com/biologicaconsultoriaemsaude
www.facebook.com/CIATESB-Congresso-para-ASB-e-TSB-183920175004245/?ref=bookmarks